segunda-feira, 21 de junho de 2010


Os fracos
Pr. Joubert de Oliveira Sobº

Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade e cujo nome é Santo: Em um alto e santo lugar habito e também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e para vivificar o coração dos contritos.Is.57.15 BLH Pois o Altíssimo, o Santo Deus, o Deus que vive para sempre, diz: “Eu moro num lugar alto e sagrado, mas moro também com os humildes e os aflitos, para dar esperança aos humildes e aos aflitos, novas forças.

O SENHOR sustenta a todos os que caem e levanta a todos os abatidos.Sl.145.14

“A vida é combate que os fracos abate que os fortes, os bravos só pode exaltar”

Gonçalves Dias, Obras Poéticas

Os fracos na sociedade

· A sociedade sempre escolhe o forte.

· Na natureza os fortes permanecem.

· É costume de algumas tribos indígenas lançarem à morte filhos que nascem fracos por enfermidades ou deficiências. HAKANI.

· O mais forte ganha na escolha da potência dos motores, na velocidade de processadores. Materiais fortes custam mais caro. Conseqüentemente o que é fraco é desprezível, preterido, marginalizado.

Fragilidade é a condição do ser humano

- É como um animal que perece, Sl 49.12, (filhotes + frágeis) Todavia, o homem que está em honra não permanece; antes, é como os animais, que perecem;

- Como um vento que passa, Sl.78.39 porque se lembrou de que eram carne, um vento que passa e não volta;

- Como o pó, Sl.103.14 Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos:

- Como a erva e a flor, 1Pe.1.24,25 Porque toda carne é como erva, e toda a glória do homem, como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor; mas a palavra do Senhor permanece para sempre. E esta é a palavra que entre vós foi evangelizada.

Postura errônea na igreja, Ez 34.21,22

Por isso, o Senhor JEOVÁ assim lhes diz: Eis que eu, eu mesmo, julgarei entre o gado gordo e o gado magro. Visto como, com o lado e com o ombro, dais empurrões e, com as vossas pontas, escorneais todas as fracas, até que as espalhais para fora, eu livrarei as minhas ovelhas, para que não sirvam mais de rapina, e julgarei entre gado miúdo e gado miúdo.

Ao nos convertemos temos a tendência de aplicar o mesmo critério.

Consideramos a fraqueza desprezível.

Negamos e rejeitamos a fraqueza em nós e nos irmãos.

- Em nós – passamos a esconder nossas fraquezas – tendendo à hipocrisia, a viver de aparências, com medo da crítica, culpa, etc.

- Nos irmãos – assumimos a postura de fortes e acusamos, criticamos, julgamos os irmãos, não procurando entendê-los nem cobri-los (a aliança dos irmãos de Goiânia).

- Tratamos o fraco como se fosse um lobo - há os que se fazem de fraco e são lobos (o líder de louvor com “tumor” na cabeça; o irmão que não consegui visitar e virou PR. NO CARTÓRIO!);

- (ADMIRAMOS O LOBO POR SER FORTE) Na verdade o fraco é alvo do lobo. No Piauí, ao voltar de uma visita ao Campo Missionário, vimos um cão que atacava o rebanho de ovelhas: ele buscava a mais frágil delas (o pastor e a nova convertida na ILHA BELA!!!).

QUESTÕES

Para nós vale a força, o poder, a vitória. E não é o correto?

Sim, quando não se esquece que:

Os fracos no reino de Deus

1. Deus usa frágeis instrumentos:

- 5 pedrinhas para um Golias, ISm.17.40

- A queixada de um burro, Jz.15.15

- Semente de mostarda, Mt.13.22

- 5 pães e 2 peixes, Jo.6.9

2. Deus escolheu os fracos: 1Co.1.27-29 Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes. E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são para aniquilar as que são; para que nenhuma carne se glorie perante ele.

· Eles devem ser acolhidos, Rm.14.1 (enfermo na fé) Ora, quanto ao que está enfermo na fé, recebei-o, não em contendas sobre dúvidas. Porque um crê que de tudo se pode comer, e outro, que é fraco, come legumes.

· Suportados, Rm.15.1,7 Mas nós que somos fortes devemos suportar as fraquezas dos fracos e não agradar a nós mesmos;

ITes.5.14 Rogamo-vos também, irmãos, que admoesteis os desordeiros, consoleis os de pouco ânimo, sustenteis os fracos e sejais pacientes para com todos.

· Não escandalizados, 1Co 8.7-13 Mas nem em todos há conhecimento; porque alguns até agora comem, no seu costume para com o ídolo, coisas sacrificadas ao ídolo; e a sua consciência, sendo fraca, fica contaminada.

8 Ora, o manjar não nos faz agradáveis a Deus, porque, se comemos, nada temos de mais, e, se não comemos, nada nos falta.

9 Mas vede que essa liberdade não seja de alguma maneira escândalo para os fracos.

10 Porque, se alguém te vir a ti, que tens ciência, sentado à mesa no templo dos ídolos, não será a consciência do que é fraco induzida a comer das coisas sacrificadas aos ídolos?

11 E, pela tua ciência, perecerá o irmão fraco, pelo qual Cristo morreu.

12 Ora, pecando assim contra os irmãos e ferindo a sua fraca consciência, pecais contra Cristo.

13 Pelo que, se o manjar escandalizar a meu irmão, nunca mais comerei carne, para que meu irmão não se escandalize.

Rm 14.1-6,13-23 (crê que faz p/ Deus) 1 Ora, quanto ao que está enfermo na fé, recebei-o, não em contendas sobre dúvidas.

2 Porque um crê que de tudo se pode comer, e outro, que é fraco, come legumes.

3 O que come não despreze o que não come; e o que não come não julgue o que come; porque Deus o recebeu por seu.

4 Quem és tu que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai; mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.

5 Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro em seu próprio ânimo.

6 Aquele que faz caso do dia, para o Senhor o faz. O que come para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e o que não come para o Senhor não come e dá graças a Deus.

· Incluídos no alvo da evangelização e não excluídos, 1Co.9.22 Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para, por todos os meios, chegar a salvar alguns.

· Não devem ser julgados, 14.4,10 Quem és tu que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai; mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.; Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo. PQ. o Reino Ñ é comida,17 s/ amor 13..

3. Deus os colocou no corpo: 1Co.12.18, (em melhores condições) 22 Mas, agora, Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis.

· Mais Honra p/ os menos decorosos

· Recomenda cuidado p/c/ os mais fracos,22 Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários.

23 E os que reputamos serem menos honrosos no corpo, a esses honramos muito mais; e aos que em nós são menos decorosos damos muito mais honra.

24 Porque os que em nós são mais honestos não têm necessidade disso, mas Deus assim formou o corpo, dando muito mais honra ao que tinha falta dela,

25 para que não haja divisão no corpo, mas, antes, tenham os membros igual cuidado uns dos outros.

26 De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele. 27 Ora, vós sois o corpo de Cristo e seus membros em particular.

4. Deus aperfeiçoa seu poder na fraqueza humana:

· Paulo sentia-se fraco, 2Co.11.29 Quem enfraquece, que eu também não enfraqueça?

· Gloriava-se nas fraquezas, 12.5 De um assim me gloriarei eu, mas de mim mesmo não me gloriarei, senão nas minhas fraquezas

· Sentia prazer nelas, 12.1-4,6-10, pois, nelas aprendeu a ser forte. 1 Em verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor.2 Conheço um homem em Cristo que, há catorze anos (se no corpo, não sei; se fora do corpo, não sei; Deus o sabe), foi arrebatado até ao terceiro céu. 3 E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) 4 foi arrebatado ao paraíso e ouviu palavras inefáveis, de que ao homem não é lícito falar. 5 De um assim me gloriarei eu, mas de mim mesmo não me gloriarei, senão nas minhas fraquezas. 6 Porque, se quiser gloriar-me, não serei néscio, porque direi a verdade; mas deixo isso, para que ninguém cuide de mim mais do que em mim vê ou de mim ouve. 7 E, para que me não exaltasse pelas excelências das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de não me exaltar. 8 Acerca do qual três vezes orei ao Senhor, para que se desviasse de mim. 9 E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. 10 Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando estou fraco, então, sou forte.

Jesus e a fraqueza

· Jesus foi crucificado em fraqueza, 2Co.13.4,3 visto que buscais uma prova de Cristo que fala em mim, o qual não é fraco para convosco; antes, é poderoso entre vós. 4 Porque, ainda que tenha sido crucificado por fraqueza, vive, contudo, pelo poder de Deus. Porque nós também somos fracos nele, mas viveremos com ele pelo poder de Deus em vós.

· Sua alma enfermou, Is.53.1-10 1 ¶ Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do SENHOR?

2 Porque foi subindo como renovo perante ele e como raiz de uma terra seca; não tinha parecer nem formosura; e, olhando nós para ele, nenhuma beleza víamos, para que o desejássemos.

3 Era desprezado e o mais indigno entre os homens, homem de dores, experimentado nos trabalhos e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.

4 Verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus e oprimido.

5 Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e, pelas suas pisaduras, fomos sarados.

6 Todos nós andamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho, mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.

7 Ele foi oprimido, mas não abriu a boca; como um cordeiro, foi levado ao matadouro e, como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a boca.

8 Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes e pela transgressão do meu povo foi ele atingido.

9 E puseram a sua sepultura com os ímpios e com o rico, na sua morte; porquanto nunca fez injustiça, nem houve engano na sua boca.

10 Todavia, ao SENHOR agradou o moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os dias, e o bom prazer do SENHOR prosperará na sua mão.

· Ele morreu pelos fracos, 1Co.8.11 E, pela tua ciência, perecerá o irmão fraco, pelo qual Cristo morreu.

Rm 5. 6 Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. 7 Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer. 8 Mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.

· Ele se compadece de nossas fraquezas, Hb.4.15 Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.

Os fracos em Jesus

Em Jesus os fracos são fortes, Jl 3.10

· Os pastores pecam quando não fortalecem os fracos, Ez.34.4 A fraca não fortalecestes, e a doente não curastes, e a quebrada não ligastes, e a desgarrada não tornastes a trazer, e a perdida não buscastes; mas dominais sobre elas com rigor e dureza.

· Os fracos podem guardar a palavra de Deus, Ap.3.8 Eu sei as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra e não negaste o meu nome.

· Os que têm fé, da fraqueza tiram forças, Hb.11.33,34 os quais, pela fé, venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões, 34 apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fugida os exércitos dos estranhos.

Como Jesus age com os fracos? Is 42.1-3

1 Eis aqui o meu Servo, a quem sustenho, o meu Eleito, em quem se compraz a minha alma; pus o meu Espírito sobre ele; juízo produzirá entre os gentios.

2 Não clamará, não se exaltará, nem fará ouvir a sua voz na praça.

3 A cana trilhada não quebrará, nem apagará o pavio que fumega; em verdade, produzirá o juízo.

· A cana trilhada não esmagará (quebrada, pisada) - Crianças faziam flautas das canas. Era um trabalho delicado tirar o miolo. Se esmagasse tornava-se inútil, quebravam de vez e jogavam fora. Jesus restaura a cana e tira-lhe música.

· Não apagará o pavio que fumega – Nas lamparinas a óleo, o pavio é um fio de linho que bóia no óleo. Quando o óleo seca, o pavio exala um mal cheiro. A mulher, que tem um estoque de pavios, o joga fora e o troca por outro. Jesus não despreza os queimados pela vida, restaura o pavio e o faz luz do mundo.

Considerações

· Por mais forte que você seja alguma fragilidade poderá lhe surpreender em alguma área de sua vida. Assim diz o SENHOR: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas. Jeremias 9:23

· Por mais fraco que você se sinta ou esteja, em Jesus você pode ser considerado forte. 2 Coríntios 13:4b ...Porque nós também somos fracos nele, mas viveremos com ele pelo poder de Deus em vós.

Diga o fraco: eu sou forte! Joel 3.10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário