sábado, 27 de fevereiro de 2010

EU ACREDITO


Eu acredito no sol
mesmo quando ele não está brilhando.
Eu acredito no amor
mesmo quando não o sinto.
Eu acredito em Deus
mesmo quando Ele está em silêncio.

Escrito na parede de um campo de concentração

sábado, 13 de fevereiro de 2010

DEPENDE DE SUA VISÃO

Se sua visão for para um ano, plante trigo.
Se sua visão for para dez anos, plante árvores.
Se sua visão for para a vida inteira, plante pessoas.
Provérbio chinês

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Quando a terra tremer sob os nossos pés


Joubert de O. Sobº FCB -24.01.10

Culto de Comissionamento CRE 01.02.10

Ef 2.20-22 - Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos Santos e da família de Deus; edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina; no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor, no qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus no Espírito.

1Pe 2.4-10 - E, chegando-vos para ele, a pedra viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa, vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecerdes sacrifícios espirituais, agradáveis a Deus, por Jesus Cristo.

As tragédias dos terremotos

Calcula-se que, até agora, mais de 200.000 pessoas morreram no Haiti em conseqüência do recente terremoto. Por que tantas mortes? Porque as estruturas das casas não suportaram os abalos sísmicos; os fundamentos dos edifícios não foram elaborados levando-se em consideração a possibilidade de um tremor de terra daquela magnitude e, assim, ruíram dizimando milhares de vidas.

Os fundamentos dos edifícios em regiões que apresentam muitos terremotos (Japão, oeste dos EUA, etc.) são dimensionados com sistemas à prova de tremores. Há vários sistemas para estrutura anti-sísmica. Enormes peças côncavas de aço são postas sobre pilares, e, sobre cada uma delas, uma esfera, com certa folga. Num abalo sísmico, a esfera pode se mover sobre a superfície côncava, amortecendo, absorvendo o tremor e preservando assim o edifício de ruir. Outro sistema são estruturas de aço entre blocos, formando uma “mola” como a foto demonstra:

Especialistas informaram que, se o terremoto que destruiu a cidade de Áquila, na Itália em 2009, tivesse ocorrido no Japão ou EUA, dificilmente haveria perda de vidas.

Economia que não poupou vidas

Na China, uma quantidade enorme de crianças morreu por causa das escolas que ruíram na região mais atingida pelo tremor. Uma grave e triste constatação foi obtida especialmente analisando-se as causas da queda das escolas: os materiais (cimento, areia, ferragens) usados na construção das escolas eram de baixa qualidade. Muitas vidas teriam sido preservadas se os responsáveis pela construção optassem pela qualidade.

Planta de dimensionamento de fundação

Quando alguém vai pesquisar preços de apartamentos num edifício que ainda será construído, geralmente visita um stand de vendas onde se expõe a maquete do edifício, do apartamento, os desenhos das plantas internas. Mas confesso nunca ter visto nessas ocasiões a exposição da planta de dimensionamento da fundação. Isso não faz parte do marketing. Só interessaria aos engenheiros de construção civil que poderiam “ler” a mesma. No entanto, esta é uma informação fundamental. A segurança do edifício está na elaboração correta da estrutura e fundação. E mesmo depois de construído, essa parte da construção fica escondida, não visível ao público.

O edifício de Deus

Nas referências bíblicas acima os apóstolos Paulo e Pedro fazem uma analogia constantemente repetida nas Escrituras: a Igreja é comparada a um edifício. E como toda construção, ela é edificada resguardando suas características principais, sem as quais este edifício não é Igreja. A primeira delas é seu principal fundamento, a Pedra de Esquina, Jesus. Depois o fundamento dos apóstolos e profetas (Escrituras). Depois, as pedras vivas que se vinculam entre si e, sobre o fundamento, formam o edifício de Deus para sua morada, a Igreja.

Jesus é a pedra de esquina

A pedra de esquina era a pedra fundamental, que ficava no canto principal da casa. Sabe-se que no lançamento dessa pedra os cananeus realizavam sacrifícios de criancinhas. É a principal pedra em uma construção e sustentava toda a estrutura. Sua importância era tamanha que construtores homenageavam soberanos inscrevendo seus nomes nelas. Sobre esta pedra se formava o ângulo das duas paredes, Jó 38.6. Definir no terreno a localização da pedra fundamental era a primeira ação de uma construção. Toda edificação dependeria desta decisão. A pedra angular também era a pedra, em trapézio, que unia e fechava as paredes do arco. Seu peso firmava as paredes. Sem ela as paredes cairiam. Jesus é a pedra de esquina:

Sl 118.22,23 - A pedra que os edificadores rejeitaram tornou-se cabeça de esquina. Foi o SENHOR que fez isto, e é coisa maravilhosa aos nossos olhos. Mc 12.10,11

Is 28.16 - 16 Portanto, assim diz o Senhor JEOVÁ: Eis que eu assentei em Sião uma pedra, uma pedra já provada, pedra preciosa de esquina, que está bem firme e fundada; aquele que crer não se apresse. Rm 9.33

Lc 20.17,18 - Mas ele, olhando para eles, disse: Que é isto, pois, que está escrito? A pedra que os edificadores reprovaram, essa foi feita cabeça da esquina. Qualquer que cair sobre aquela pedra ficará em pedaços, e aquele sobre quem ela cair será feito em pó.

At 4.11 - Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina.

Como Igreja, somos o edifício de Deus

A Igreja é um edifício de sólidos fundamentos dimensionado para suportar os piores abalos sísmicos. A história já nos deu provas de sua força e resistência. Estes são os fundamentos da Igreja:

Jesus Cristo - 1Co.3.10-12 Segundo a graça de Deus que me foi dada, lancei eu como sábio construtor, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele. Porque ninguém pode lançar outro [fundamento], além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. E, se alguém sobre este [fundamento] levanta um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha,

Fundamento dos Apóstolos e profetas - ESCRITURASEf 2.20 edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, sendo o próprio Cristo Jesus a principal pedra da esquina; Ap.21. 14 - O muro da cidade tinha doze fundamentos, e neles estavam os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro.

Vida que busca a santificação e justiça - 2Tm 2.19 Todavia o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O Senhor conhece os seus, e: Aparte-se da injustiça todo aquele que profere o nome do Senhor.

A FéHb 11. 1 Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem. Cl 1.23 se, na verdade, permanecerdes fundados e firmes na fé e não vos moverdes da esperança do evangelho que tendes ouvido, o qual foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, estou feito ministro.

A igreja sofre com terremotos e tremores periódicos

Apesar de sofrer embates e “tremores”, a igreja jamais cairá. O reino que ela recebeu é inabalável, Hb 12.28, Pelo que, recebendo nós um reino que não pode ser abalado, retenhamos a graça. Em Ap 19 a Palavra afirma que a Igreja vai se aprontar para o “casamento” com Jesus. Esta era a certeza de Abraão que morou em cabanas esperando a cidade que tem fundamentos (a Igreja de Cristo). Hebreus 11.10 Porque esperava a cidade que tem fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus.

Como indivíduos, somos edifício do Espírito Santo

Individualmente somos chamados para sermos templos do Espírito Santo, 1Co 6.19, Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?

Certamente nos manteremos de pé ou cairemos de acordo com a qualidade de nosso fundamento. 1Co 10.12. Aquele pois que cuida estar em pé, olhe não caia.

Jó suportou a grande provação em sua vida. Perdeu seus dez filhos, toda a sua riqueza e toda sua saúde, mas manteve-se fiel a Deus. Como pôde suportar? Deus conhecia a qualidade de seu fundamento e sabia que era inabalável. Assim também com Daniel, José, Jesus, Etc.. Deus conhece o nosso fundamento, a nossa estrutura, que “tremores” podemos suportar. Sl 103.13,14 Como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece daqueles que o temem. Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó.

Como avaliar nosso fundamento?

Já que fundamento é algo que não está aparente ao mundo, convém nos questionarmos sobre a qualidade dos nossos fundamentos. Como estão nossas estacas? Foram instaladas na profundidade ideal? Como nos comportaríamos diante de um “tremor de terra” de alto grau? Tentações podem abalar uma vida, assim como as más notícias, enfermidades, acidentes, desemprego, perdas, morte de queridos, injustiças, divórcios, brigas, incompreensões, calúnias, etc. Tudo isto pode trazer abalos nas estruturas do edifício de nossas vidas. Na verdade, só então veremos a qualidade de nossos fundamentos. É na prática que vamos saber se nossos fundamentos são bons ou não.

Como assegurar a firmeza dos fundamentos?

Jesus, em simplicidade, nos orientou como podemos nos certificar da qualidade de nosso fundamento. Escutá-lo e praticar seus mandamentos nos assegurará firmeza na estrutura de nossas vidas. Se guardarmos sua Palavra e a praticarmos, certamente teremos nossa casa edificada sobre Ele e sobre o fundamento dos apóstolos e profetas (Escrituras). Desta forma apresentaremos resistência permaneceremos íntegros quando a terra tremer sob nossos pés.

Mateus 7:24-27 Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha. E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.

E aquele que ouve estas minhas palavras e as não cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia. E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda.

Uma palavra de alerta

Assim como temos que fortalecer nossos fundamentos, temos que preservar os antigos marcos. Muitas coisas boas, bons hábitos e procedimentos nos foram impressos por nossos pais ou próximos que influenciaram positivamente nossas vidas, aprofundamento estacas espirituais em nossos corações. Deus nos alerta a não retirá-las: Provérbios 22.28 - Não removas os marcos (pedras, colunas, estacas) antigos que puseram teus pais.

Há boas tradições que devemos preservar: 2 Ts 2.15 Então, irmãos, estai firmes e retende as tradições que vos foram ensinadas, seja por palavra, seja por epístola nossa.

Como estão os seus fundamentos?

Quando a terra tremer sob nossos pés onde estará nossa segurança? É tempo de reforçar as estruturas; aprofundar as estacas, firmar os pilares, preservá-los, dar manutenção, prever os tremores e confiar que podemos edificar com sabedoria sobre os alicerces de sua promessa de que, Sl 125.1, os que confiam no Senhor serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre. Ser capacitado por Deus para suportar os embates da vida certamente nos levará à vitória, Ef 6.13, Portanto tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau, e, havendo feito tudo, ficar firmes.