sexta-feira, 22 de março de 2013

Um Pregador Relevante

Um Pregador Relevante

Meu anseio é ser um pregador que promova a relevância...

Um pregador que possa plissar a terra,
E enrugar o chão onde põe os pés,
Marcar o mundo, 
Franzir os sobrecenhos e 
Cativar vidas no varal do amor de Deus.
Joubert de O. Sobº



A responsabilidade de anunciar a boa notícia


A responsabilidade de anunciar a boa notícia

 Joubert de O. Sobº
Devocional CRE em 20.março de 2013

E disse-lhes: "Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas.
Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado. 
Marcos 16:15-16

Jesus nos deixou uma grande missão: levar a boa notícia de que, crendo que Jesus é Senhor e Salvador, podemos ter os pecados perdoados e herdar a Vida Eterna. Esta é uma grande e boa notícia. Mas, crer é fundamental. Jesus e sua salvação são um presente de Deus. E só há duas decisões possíveis diante de um presente: receber ou rejeitar.


Quer crer e for batizado será salvo. O batismo é a oficialização da decisão tomada no coração. É como uma jovem que achou o homem de sua vida e se prepara para casar. Quando encontramos a Jesus, logo queremos “oficializar” nosso compromisso com Ele. Então nos batizamos.

A Palavra de Deus é poderosa para nos livrar da morte eterna e foi para isto que Deus nos revelou e enviou seu Filho Jesus. A palavra evangelho significa boa notícia. Esta boa notícia nos livra do mal e nos encaminha de volta ao relacionamento com Deus.

Ele enviou a sua palavra e os curou, e os livrou da morte. Salmos 107:20

Ao nos enviar ao mundo, Jesus nos deu uma responsabilidade. Deixar de cumpri-la nos leva ao pecado da omissão. É como se descobríssemos uma fonte de águas puras num deserto e não contássemos para os que estão prestes a morrer de sede. Seria uma injustiça digna de punição.


Se tu deixares de livrar os que estão sendo levados para a morte, e aos que estão sendo levados para a matança; Se disseres: Eis que não o sabemos; porventura não o considerará aquele que pondera os corações? Não o saberá aquele que atenta para a tua alma? Não dará ele ao homem conforme a sua obra? Provérbios 24:11-12

Fomos convocados para convidar a todos que encontrarmos no caminho. Apesar de muitos rejeitarem o convite, fomos instruídos a insistir e não desistirmos. Jesus contou uma parábola que figurava justamente essa verdade.

Porém, ele lhe disse: Um certo homem fez uma grande ceia, e convidou a muitos.
E à hora da ceia mandou o seu servo dizer aos convidados: Vinde, que já tudo está preparado.
E todos à uma começaram a escusar-se. Disse-lhe o primeiro: Comprei um campo, e importa ir vê-lo; rogo-te que me hajas por escusado.
E outro disse: Comprei cinco juntas de bois, e vou experimentá-los; rogo-te que me hajas por escusado.
E outro disse: Casei e, portanto não posso ir.
E, voltando aquele servo, anunciou estas coisas ao seu senhor. Então o pai de família, indignado, disse ao seu servo: Sai depressa pelas ruas e bairros da cidade, e traze aqui os pobres, e aleijados, e mancos e cegos.
E disse o servo: Senhor, feito está como mandaste; e ainda há lugar.
E disse o senhor ao servo: Sai pelos caminhos e valados, e força-os a entrar, para que a minha casa se encha.
Porque eu vos digo que nenhum daqueles homens que foram convidados provará a minha ceia. 
Lucas 14:16-24

Os convidados não vieram para a festa

Infelizmente muitos não crerão em Jesus e serão condenados. Por quê? Porque rejeitaram o presente de Deus. Disseram não a Jesus e à sua salvação. Deus nos ama e, por isso, respeita a decisão de cada indivíduo e não força ninguém a receber o que não quer. Cada um se responsabilizará pelo resultado de sua decisão.

O jovem Édison e a mensagem que salvou centenas de vidas

Antiga estação

Édison cresceu entre trilhos e trens

Édison cresceu vendo trens, trilhos e estações e, com quinze anos, já trabalhava como aprendiz numa estação ferroviária. A comunicação se fazia via telégrafo usando código Morse. Um dia caiu uma grande tempestade e uma ponte localizada pouco antes da estação onde Édison trabalhava desabou.

A ponte quebrou

O oficial da estação havia recebido a terrível notícia e desesperado gritou: - O trem número sete já saiu da última estação antes da ponte e em dez minutos todos morrerão! Edison viu que faltavam nove minutos. De repente deu salto da cadeira: - Minha irmã está no trem número sete. Depressa! Uma locomotiva! Irei até a ponte. Com o apito do trem passarei uma mensagem à minha irmã. Ela entende o código Morse! O oficial vacila: - Não vão acreditar na sua irmã. – Rápido, vamos! grita Édison, temos oito minutos.

Locomotiva

Na locomotiva, dois km antes da ponte, Édison começou como um louco a puxar a corda do apito do trem com a mensagem: “A ponte caiu. Parar o trem”! No interior do trem um senhor comenta: - Aquele maquinista deve estar louco apitando sem parar daquele jeito! 

O trem corria em direção ao destino fatal

De repente, uma menina ouve com atenção e começa a dizer em voz alta:
- A pon-te ca-iu. Pa-rar. Temos de parar o trem. A ponte caiu! Um homem assentado ao seu lado lhe disse:
- Não brinque com isto, menina! Desesperada ela tenta puxar a alavanca do freio. Uma mulher tentou impedi-la: - Não mexa nisto. É somente para casos de emergência!

A menina entendeu a mensagem
Um idoso se levantou e olhando para os olhos da menina perguntou se ela tinha certeza do que dizia. A irmã de Édison disse não estar brincando, pois conhecia o Código Morse e era isso que os apitos diziam. Ele, então, acreditando na palavra da menina, puxou a alavanca do freio com força, as rodas chiaram e o trem foi parando lentamente. Ao descerem notaram que haviam parado dez metros antes de atingir o abismo.

E foram salvos...
Deus mandou uma mensagem para você receber, entender e anunciar. Você já entendeu a mensagem de Deus? Já creu? Agora é com você.

Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim, Jo 14.6






Você conhece a história da Páscoa?

A Páscoa judaica é uma figura 
da vida, morte e ressurreição de Jesus.
Conheça essa história contada por crianças.

video

Distribuído pela 
Comunidade do Redentor

quinta-feira, 14 de março de 2013

LACRIME DI GIULIETTA

LACRIME DI GIULIETTA
Music Painting By Matteo Negrin
Painted By Alice Ninni


video
Uma música para ser vista, 
Uma pintura para ser ouvida,
Uma mensagem para ser sentida.

Você também pode!


Você também pode!

Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece. Filipenses 4:13-14


Joubert de Oliveira Sobº
Devocional CRE de 13.03.2013

O apóstolo Paulo escreveu esta conhecida frase após mencionar que havia aprendido a contentar-se com o que tinha, quer tivesse em abundância e estivesse farto ou quer estivesse abatido, com fome ou necessidade. Ele alegou encontrar forças para enfrentar todas estas situações em Jesus.

Na Bíblia encontramos crianças e adolescentes que enfrentaram grandes desafios, aprenderam e venceram. Elas são exemplos para nós que desejamos também alcançar o máximo de sucesso ao enfrentar as lutas e desafios da vida.

O pequeno Samuel

Ana clamou e chorou diante do Senhor pedindo que pudesse gerar um filho e foi ouvida. Nasceu-lhe Samuel. Ela com gratidão entregou o filho para ser instruído por Eli, o sacerdote, pois ela cumpriu o voto que fez de entregar o filho recebido a Deus para ser um sacerdote do Senhor. Nos primeiros capítulos do livro de 1Samuel lemos o quanto o menino aprendia e crescia.


Certa noite ouviu chamar seu nome. Pensando ser Eli, foi atende-lo. Eli mandou deitar-se porque não o havia chamado. Isto aconteceu por três vezes. Até que Eli entendendo que Deus queria falar com Samuel ensinou-o a responder: “Fala, porque teu servo ouve”. A partir dali, Samuel se tornou um dos maiores Juízes e Sacerdotes de Deus da história do povo de Israel.


Você também pode aprender a ouvir a Deus

Ainda criança aprendeu a ouvir a Deus e ser seu instrumento. Você também pode. Você foi chamado para aprender a ouvir a Deus e praticar a sua Palavra. Jesus disse: Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; Mateus 7:24; Quem tem ouvidos para ouvir, ouça. Mateus 13:9; Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Apocalipse 2:29

A menina escrava

Em uma guerra contra Israel, os sírios levaram pessoas cativas. Dentre elas uma menininha que acabou sendo escrava e servindo a família de um importante general do exército da Síria chamado Naamã. Ela viu a crise familiar quando Naamã informou sua esposa de que tinha lepra, naquela ocasião, uma doença incurável. A menina então expôs um informação que abalaria nações, reis e mudaria a vida das pessoas ao redor: "Se o meu senhor procurasse o profeta que está em Samaria, ele o curaria da lepra" 2 Reis 5:3


A esposa de Naamã informou ao seu marido as palavras da menina. O general repetiu ao rei as palavras da menina. O rei da Síria, então, escreveu uma carta ao rei de Israel dizendo: "Junto com esta carta estou te enviando meu oficial Naamã, para que o cures da lepra", 2 Reis 5:6. O rei de Israel desesperou-se pensando que aquela carta era uma provocação, uma maneira de justificar uma futura guerra. Mas o profeta Eliseu, ao saber da preocupação do rei, disse: Envia o homem a mim, e ele saberá que há profeta em Israel". 2 Reis 5:8.

Naamã veio ao encontro de Eliseu com muitos presentes a oferecer: trezentos e cinquenta quilos de prata, setenta e dois quilos de ouro e mais dez mudas de roupas finas! Mas o profeta Eliseu nem o recebeu. Mandou um moço dizer que se banhasse sete vezes no rio Jordão e ficaria curado. Naamã, sentindo-se desprezado por não ter sido recebido pelo homem de Deus, ameaçou ir embora. Convencido por seus servos mergulhou sete vezes no rio Jordão. Na sétima vez saiu com sua pele limpa como de uma criança. Ele reconheceu que havia Deus verdadeiro em Israel e adorou. Voltou-se a encontrar com o profeta para ofertar seus presentes de prata, ouro e roupas, mas Eliseu não aceitou nada e o mandou embora em paz.


Você também pode proclamar a mensagem que cura e dá vida

Quem iniciou todos estes acontecimentos que mudou vidas e trouxe cura para um importante general leproso? Uma menina que não sabemos nem o nome! A escrava que ousou falar sobre Deus e seu profeta no meio de uma família carente de Deus. Você também pode levar uma mensagem para as pessoas carentes de Deus. A Palavra de Deus pode curar toda a nossa vida: Ele enviou a sua palavra e os curou, e os livrou da morte, Salmos 107:20; você pode anunciar uma palavra de libertação que vai abalar nações, agitar reis, mudar, salvar e curar vidas. Disse Jesus: "Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas”. Marcos 16:15. "A palavra está perto de você; está em sua boca e em seu coração, isto é, a palavra da fé que estamos proclamando”, Romanos 10:8; E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele (Jesus) com a sua palavra expulsou deles os espíritos, e curou todos os que estavam enfermos, Mateus 8:16.

O jovem Davi


Quando o adolescente Davi ouviu o gigante Golias afrontando e desafiando o exército de Israel, seu coração se encheu de indignação: Quem é, pois, este incircunciso (alguém sem circuncisão, sem aliança com Deus)  filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo? 1 Samuel 17:26. A história você conhece. Ele se dispôs a enfrentar Golias confiante de que Deus estava com ele. Davi lançou uma pedra com sua funda diretamente na testa do gigante de quase três metros de altura que caiu no chão. Davi usando a espada do próprio Golias cortou sua cabeça.


Você também pode enfrentar os gigantes que querem destruir sua vida e de sua família. Os gigantes de hoje não são pessoas, mas situações, enfermidades, tribulações, problemas diversos ou ainda, como disse o apóstolo Paulo e também Jesus, podem ser espíritos malignos que querem nos roubar, matar e destruir:


O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. João 10:10; pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais. Efésios 6:12; Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Romanos 8:37

O jovem cientista

Jack Andraka é um norte-americano que criou um sensor que detecta câncer no pâncreas com um teste 168 vezes mais rápido que os testes atuais (bastam 5 minutos), 26 mil vezes mais barato (R$0,06), 400 vezes mais sensível e quase 100% preciso. Com qual idade ele descobriu isto? 15 anos. Hoje, no ensino médio e com 16 anos, quer criar um aparelho para reconhecer 15 tipos de doenças. Ele conta que enviou e-mail para 200 professores apresentando seu projeto e buscando orientação. Recebeu 199 rejeições e um “talvez”. Mas perseverou até conseguir finalizar seu trabalho. Ele é um cientista, um pesquisador que ama o que faz, que investiu no talento que descobriu ter.


Você também pode se destacar em alguma área para o louvor de Deus e benefício de muitos. Ame e se dedique em pesquisar e fazer o melhor que puder com tudo o que lhe vier à mão. O resultado abençoado de seu esforço poderá ajudar milhões de pessoas como Jack o fez. A cada um Deus deu dons e talentos que pudéssemos fazer crescer e progredir. A bênção de Deus nos dá condições para que nosso esforço seja frutífero: O que adquire entendimento ama a sua alma; o que cultiva a inteligência achará o bem. Provérbios 19:8; Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará. Salmos 1:3; Nele (em Jesus) estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento. Colossenses 2:3

quarta-feira, 6 de março de 2013

Quatro motivos para os jovens participarem de uma igreja local




Quatro motivos para os jovens participarem de uma igreja local

Por Yago Martins

Em tempos tão internéticos como o nosso, os jovens têm tido acesso a um número de informações que as gerações passadas não tinham como obter. Todo esse conhecimento acumulado por pessoas tão novas tem gerado, em alguns lugares, certo desprezo por parte dos mais novos para com os mais velhos. “Para quê fazer parte de uma comunidade, se eu posso aprender sozinho através da internet e dos livros?”, dizem alguns. Como jovem, já lutei contra este pensamento e creio que existem vários motivos para que vivamos em comunidade. Listo pelo menos quatro deles:

  • Para conseguir ajuda contra o pecado


“Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia. Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados”. (Hebreus 10:25-26)
Por que não podemos deixar a nossa congregação? Porque é lá onde podemos encontrar admoestação mútua, ainda mais em dias como os nossos. Quando não nos relacionamos como comunidade, estamos sujeitos a pecar voluntariamente. Segundo o texto, existe uma relação íntima entre vencer o pecado e estar convivendo com outros crentes em uma comunidade cristã. Por que será que nossos jovens vivem solapados por tantos pecados hoje em dia? Não é só por causa do fácil acesso à pornografia e nem devido à devassidão de nossa cultura. Se você reparar bem, a cultura greco-romana era muito mais libidinosa que a brasileira e, mesmo assim, um padrão sério de santidade era requerido dos cristãos. Quem sabe, o problema não esteja em uma falta de engajamento dos jovens em suas comunidades: repito, engajamento! Não basta frequentar cultos, mas fazer parte da comunidade.

  • Para adquirir sabedoria com os mais velhos


“O que anda com os sábios ficará sábio, mas o companheiro dos tolos será destruído.” (Provérbios 13:20)
Normalmente, os jovens preferem estar junto de seus iguais. Basta observar o fenômeno das tribos urbanas e isto se torna facilmente perceptível. Ora, não há nada de ruim em fazer parte de um grupo de pessoas que gostam das mesmas coisas que você, desde que este não seja o único grupo que você frequenta. Sendo a comunidade dos salvos um ambiente multicultural e multigeracional, com pessoas de todos os tipos, gostos e idades, há um amadurecimento natural quando largamos os ideais egoístas de vivermos em nosso gueto para abraçarmos modos mais maduros e diferentes de ver a vida, em seus vários espectros. Além do mais, sentar-se aos pés dos mais velhos é um exercício não só de humildade, mas de aprendizado. Ainda que alguns idosos e homens maduros de sua igreja não conheçam muito do que você conhece, a experiência é insubstituível. Não importa o quão erudito você esteja tentando se tornar, sem a sabedoria dos mais velhos você não será nada além de um teólogo de gabinete, sem saber para quê a teologia realmente serve.

  • Para se relacionar santamente


“Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.” (1 Coríntios 15:33)
Claro que podemos nos relacionar com ímpios e com pessoas não salvas. O próprio Cristo o fez e influenciou positivamente aqueles que estavam a sua volta. No entanto, se não tivermos relacionamentos saudáveis, onde poderemos nos deixar influenciar por outros crentes fiéis, teremos dificuldades em conseguir estar do lado certo da linha tênue que separa “ser amigo de pecadores” e “sentar-se na roda dos escarnecedores”. Relacionamentos com gente salva te dá segurança para saber como se relacionar com gente perdida, além de te edificar pessoalmente.

  • Para possuir experiência ministerial


“E também estes sejam primeiro provados, depois sirvam, se forem irrepreensíveis.” (1 Timóteo 3:10)
Não sei você, mas eu já caí no erro de achar que minha igreja não deveria atrapalhar o ministério que Deus me confiou. Com o tempo, aprendi (por meio da própria igreja, olhe só!) que meu ministério só é genuíno se minha comunidade, como comunidade bíblica e cristã, reconhece meu serviço ao Senhor. Paulo deixa claro que os ministros precisam ser aprovados pela comunidade em que servem para, então, serem considerados autoridades na Palavra. Não é só sua experiência pessoal ou sua capacidade teológica, mas Deus reconhecendo você através de sua igreja local é o que evidencia o “chamado” de Deus para o ministério. Além disso, nenhum outro ambiente é melhor para alguém ser provado para o ministério do que em uma congregação, onde homens maduros estão supervisionando você e prontos para amorosamente guiá-lo pelo caminho correto.
Eu já errei bastante nestes pontos e ainda estou lutando para ser irrepreensível neles, mas creio que nenhum outro ambiente é melhor para o crescimento do jovem do que encontrando a graça de Deus sendo manifesta na vida de outros, em uma comunidade saudável.

www.blogfiel.com.br