quinta-feira, 21 de maio de 2009

Profeta, Sacerdote e Rei


CRE – Centro Renovo de Educação

Devocional da Capelania
18 de maio de 2009
Pr. Joubert de Oliveira Sobrinho

 

 

No Antigo Testamento, uma mesma pessoa não acumulava concomitantemente as funções de rei e sacerdote. O sacerdote geralmente era profeta, até juiz, mas não era rei, caso de Samuel. O rei poderia ser profeta, como Davi, mas não era sacerdote. Saul foi reprovado por Deus ao ofertar um sacrifício em lugar de Samuel. O rei Uzias, depois de tanto sucesso como rei, quis assumir a posição de sacerdote e colheu uma enfermidade incurável. O primeiro a assumir todas estas funções foi Jesus. 


JESUS É PROFETA

Porque Moisés disse: O Senhor, vosso Deus, levantará dentre vossos irmãos um profeta semelhante a mim; a ele ouvireis em tudo quanto vos disser. Atos 3.22

Vendo, pois, aqueles homens o milagre que Jesus tinha feito, diziam: Este é, verdadeiramente, o profeta que devia vir ao mundo. Jo 6.14

 

JESUS É SACERDOTE

Jurou o Senhor e não se arrependerá: Tu és sacerdote eternamente, Hb 7.21

Porque a lei constitui sumos sacerdotes a homens fracos, mas a palavra do juramento, que veio depois da lei, constitui ao Filho, perfeito para sempre. Ora, a suma do que temos dito é que temos um sumo sacerdote tal, que está assentado nos céus à destra do trono da Majestade. Hebreu 7.28; 8.1.

 

JESUS É REI

Respondeu Jesus: O meu Reino não é deste mundo. João 18.36.

Bendito o Rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas alturas! Lc 19.38

 

1.          O Profeta é o porta-voz, mensageiro de Deus ao povo.

 

Precisamos de pessoas que tragam a Palavra de Deus ao povo porque existem falsas idéias desvirtuando sua conduta. A direção de Deus precisa ser clara. Embora tenhamos muitas pessoas que podem influenciar positivamente nossas vidas, a maioria delas não pode nos falar com autoridade. Em geral, dão-nos suposições, conselhos, orientações e idéias. A Palavra de Deus é carregada de autoridade. Jesus era reconhecido por ensinar com autoridade: Porquanto os ensinava como tendo autoridade; e não como os escribas. Mt 7.29

 

Deus por meio de Jesus quer nos comunicar sua disposição, os planos, a solução para o problema do pecado, a melhor maneira de viver, os verdadeiros valores, o que há para nós na eternidade.

 

2.          O Sacerdote é o representante do povo perante Deus.

 

Jesus, como sacerdote, oferece sacrifício melhor do que os do Antigo Testamento. Ele ofertou a si mesmo na cruz, como o Cordeiro de Deus. Jesus nos reúne a Deus e só nos achegamos a Deus através dele: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim, João 14.6

 

Como sacerdote Jesus se compadece de nossas fraquezas, nos fortalece, inspira e guia nossa adoração: Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado... Tendo pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, Hebreus 4.15;10. 19

 

3.          O Rei governa o reino, combate os males, proporciona comunhão e segurança.

 

Jesus é Rei que governa com bondade, sabedoria, inteligência e autoridade. Diante dele o povo vive feliz, produz mais, não contende, prospera, testifica do valor do seu rei, entrega a vida por Ele. Junto dele há segurança, seus inimigos são perseguidos e vencidos, seu exército é fiel, Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão os que estão com ele, chamados, e eleitos, e fiéis, Apocalipse 17.14.

 

O alcance de sua obra

 

O amoroso Deus por meio de Jesus Cristo demonstra sua bondade e misericórdia nos dando, além da salvação, condições de sermos seus ministros e embaixadores nesta terra e na eternidade. Para isto nos capacita a assumirmos funções em seu reino. Espante-se com algumas funções a que somos chamados nas Escrituras e verifique se sua conduta corresponde a cada uma delas. Você foi chamado para ser:

 

·         Profetas – porta-voz de Deus na terra: Segui a caridade, e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar... Mas o que profetiza fala aos homens para edificação, exortação e consolação... o que profetiza edifica a igreja... Porque todos podereis profetizar, 1Co 14.1-4,31

 

·         Sacerdotes – intercessor pelo povo diante de Deus sob o sacrifício de Jesus: Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo... Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz, 1Pe 2.5,9.

 

·         Reis – Jesus concede a cada um de nós parte de seu reino: ...(Jesus) em seu sangue nos lavou dos nossos pecados, e nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai... Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono... E para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra. Apocalipse 1.5; 3.21; 5.10.

 

Esse privilégio nos enche de eterna gratidão, reconhecimento de sua glória, honra e amor. Jesus merece a entrega de toda a nossa vida. Sob sua instrução, intermediação e governo somos conduzidos à eternidade, ao reencontro de Deus, razão da existência e sentido da vida.

Capelania - Centro Renovo de Educação

Rua Marina Saddi Haidar, 176

5687-0703/5686-9087

Jd. Umuarama – São Paulo – SP



Nenhum comentário:

Postar um comentário