domingo, 17 de maio de 2015

PÁSCOA - O sangue do Cordeiro em nossas portas


À Família CEDUC

Devocional de 31.03.15 – Nº 07
Joubert de Oliveira Sob – Capelão

Páscoa

O sangue do Cordeiro em nossas portas 

   

O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula... Israel o sacrificará à tarde. E tomarão do sangue e pô-lo-ão em ambas as ombreiras e na verga da porta, nas casas em que o comerem...  esta é a Páscoa do SENHOR. E eu passarei pela terra do Egito esta noite e ferirei todo primogênito na terra do Egito, Êx 11.5-12

Ovos de Páscoa, coelho de Páscoa, chocolates, almoços especiais, “Feliz Páscoa!”, feriado; tudo isto temos visto e ouvido todos os anos quando chega a semana da Páscoa. Mas, o tempo vai passando e nem sempre nos lembramos o que realmente significa a Páscoa. É sempre bom relembrar, afinal a Páscoa é comemorada no mundo inteiro. Certamente significa algo muito importante que vale a pena conhecermos.



O significado da palavra PÁSCOA

Páscoa, do hebraico, pesah, vem de um verbo que significa “passar por cima”, no sentido de “poupar”. O povo de Israel era cativo no Egito. Deus enviou Moisés para retirar o povo de lá, mas o Faraó não queria deixar o povo ir. O Senhor enviou pragas sobre o Egito para quebrantar o coração do Faraó. As pragas eram juízos de Deus punindo os pecados do Egito. A última praga era a morte dos primogênitos – o primeiro filho de uma família. 


Para que esta praga não alcançasse também as famílias israelitas que lá habitavam, Deus ordenou que sacrificassem um cordeiro que deveria ser assado e comido em família, com pães sem fermento e ervas amargas (verduras) e o sangue deveria ser passado nas umbrais e na verga das portas.


E assim aconteceu. Naquela noite todo Egito chorava a morte de seus filhos, mas na casa dos filhos de Israel, não ouve morte por causa do sangue do cordeiro.

E aquele sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; vendo eu sangue, passarei por cima de vós, e não haverá entre vós praga de mortandade, quando eu ferir a terra do Egito, Êxodo 12.13

Jesus é o Cordeiro da Páscoa

Estávamos todos condenados à eternidade sem Deus por causa da praga do pecado. Haverá um Dia do Juízo em que todos os pecadores serão condenados por seus pecados. Jesus veio para nos reconciliar novamente com Deus. Para isto Ele teria que pagar pelos nossos pecados. 

Jesus então, justamente nos dias da Páscoa judaica, entregou-se a morrer na cruz por nós, tornando-se assim nosso Cordeiro. Através de seu sangue nas ombreiras e verga da porta de nosso coração somos livres do juízo, a praga não mais nos alcança. O juízo de Deus, no dia do julgamento, passará por cima, isto é, poupará a vida de quem recebeu a Jesus como seu Senhor e Salvador.


Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. João 1:29

Jesus venceu a morte

Outra mensagem importante da Páscoa que não pode deixar de ser compreendida é de que Jesus venceu a morte e ressuscitou. Jesus morreu na cruz na sexta-feira às quinze horas. Foi sepultado num túmulo novo. Passou-se o sábado. Na manhã de domingo Jesus ressuscitou. Apareceu para as mulheres no sepulcro, depois para os discípulos e com eles permaneceu quarenta dias antes de subir ao céu. A mensagem da Páscoa nos informa que, assim como ele ressuscitou do mortos, nós também ressuscitaremos para a vida eterna prometida por ele. Por esta razão declaramos que Jesus é a nossa Páscoa. Você tem o sangue do Cordeiro Jesus na porta de seu coração?


Nenhum comentário:

Postar um comentário